On sexta-feira, 12 de setembro de 2014 0 comentários


... E ali, escondido isolado, ouvindo a conversa do acusador, curtindo a vergonha no escuro, agora inseguro sem nenhum valor...”
(Paulo César - Logos)


Hamartia é o termo técnico teológico para a queda, para a decorrência do pecado. O sentido desta palavra é errar o alvo. Pecado é isto: você querer e saber que deve fazer uma coisa e acabar fazendo outra que vai de encontro ao que você crer, diz e quer fazer. Ambiguidade humana, mas, que desemboca, também, no espiritual e que traz conseqüências funestas.
Mas há os dois lados da moeda, como em tudo. Há os que ficam do lado de lá da queda. Estes olham os que caíram, os que pecaram e, do lado dela, podem tecer suas opiniões, emitirem seus juízos, exporem suas sentenças. Há os que preferem agir como Cristo, sem condenar o pecador, a despeito de odiar tenazmente o pecado e, dirigir um olhar de amor perdoador e restaurador, entendendo-lhe a mão, em graça e misericórdia.
Do lado de cá da queda é que a coisa é ruim. Não sei por que, a maioria dos que estão do lado de lá da queda, acham que o pecado é feito por decisão obstinada e puro prazer. Isto não acontece, não no cristão. Há uma luta, há uma guerra travada, há dor, culpa, medo, confusão (de ficar confuso mesmo), há uma contradição de princípios e valores horrorosa dilacerando a alma. Quem já esteve dos dois lados sabe muito bem que o lado de cá da queda é muito pior. É muito pior trair que ser traído, cair que ver cair, pecar que ser vitima do pecado. Sabe por que? Há dignidade no inocente, há honra para o traído... mas do lado de cá da queda não. Não há dignidade, honra, virtude, alegria, vitória, sucesso, prosperidade em quem cai, não há nada disso do lado de cá da queda. Quem está do lado de cá da queda, sabe de seu erro, e sente dor por si e pelos que faz sofrer. Quem cai sofre a tragédia de desagradar a Deus e aos seus e a si mesmo. Quem peca sabe da quebra das alianças e das conseqüências que já se paga quando no pecado está. Quem está do lado de cá, não precisa mais de acusação, já tem quem o faça: o diabo e todos, todos os seus secretários. Aliás, acusador e adversários são títulos do demônio que revelam sua ação e dos seus.  Quem está do lado de cá, não precisa e nem quer pena, nem dó de ninguém. Quem está do lado de cá, fica sabendo quem de fato é amigo, que não abandona mesmo odiando o pecado de quem peca, mas sabe que os falsos amigos todos vão embora e experimentará uma solidão avassaladora. Quem está do lado de cá da queda, sabe que vai pagar pelo escândalo de seu pecado, mas sabe também que aqueles que divulgam, disseminam, espalham o seu pecado, também são responsáveis pela disseminação do escândalo e vão pagar também, direitinho, é uma questão de tempo. Quem está do lado de cá, experimenta as dores, as angústias, o medo, o abandono, a solidão, a incompreensão, os julgamentos, as condenações, os olhares fulminantes... Quem está do lado de cá da queda, tal qual Davi, segundo o que escreveu nos salmos 32, sente na alma, no coração, na mente e no corpo, as marcas de seu pecado.  O humor cessa, os ossos doem, o semblante cai e o espírito se abate.
No entanto, quem está do lado de cá da queda, nós, os simples mortais que um dia caímos, pecamos, ao mesmo tempo que sofremos merecidamente tudo isso, usufruímos concomitantemente a graça imarcescível do Senhor. Encontramos seu olhar de amor a perdoar, às vezes no olhar de outros, de verdadeiros cristãos. Encontramos encorajamento, força, auxílio, direcionamento, cuidado, proteção, companhia, paridade, piedade, misericórdia, regaço, ombro, colo, bálsamo... porque do lado de cá da queda,embora pensemos que estejamos jogados e esquecidos, o Senhor está conosco, Aquele que anda conosco mesmo no vale da sombra da morte, não nos abandona do lado de cá da queda.
E nós... Bem. Devemos depender do Seu amor e imitá-lo no que tange a agir com os outros, não como os fariseus e escribas, flagrando com prazer, julgando com alegria e condenando com contentamento, mas compreendendo, amparando e soerguendo o pecador que não é obstinado, mas está arrependido. Quem hoje está do lado de lá, amanhã poderá está do lado de cá da queda.
Que Deus nos abençoe!

Rev. Aurélio Darlan

Related Posts with Thumbnails