On domingo, 14 de março de 2010 4 comentários




-Quando morrer, onde você irá fazer faxina?
-No céu!
-A faxina tem que ser feita antes. Ela deve ser feita aqui e agora!

Um domingo pela manhã, acordei ao som deste pequeno diálogo entre meus pais. Minha mãe é uma daquelas pessoas que têm o talento de propiciar a cada dia um novo ambiente em nossa casa, é difícil entrarmos em algum cômodo de nossa residência e não notarmos que há algo diferente, igualmente notáveis são sua organização e limpeza.

Temos feito faxinas até de mais. Em nossos quartos, armários, arrancando tudo o que não mais tem serventia e cedendo espaço para o que é necessário. Aquela teia de aranha é retirada, o lixo, coletado e devidamente depositado em seu lugar. Isso nos leva a meditar sobre o tipo de comportamento que temos adotado em relação à nossa vida diária com Deus. Será que não estamos jogando a sujeira para baixo do tapete e entulhado de quinquilharias a porta do nosso coração, alardoando uma falsa espiritualidade e nos conformando com um relacionamento superficial, quando podemos desfrutar da profundidade com Deus?

Constantemente, temos transformado nossas vidas em um tóxico aterro, onde nada que não seja igualmente letal pode brotar: o orgulho, os pensamentos que alimentamos, a falsa humildade, os pecados ocultos que acariciamos e cuidamos como se fossem cachorrinhos de estimação, a hipocrisia, a derrocada da santidade, a falta de amor e a inversão não somente dos valores, mas principalmente, da nossa conversão, porque já não somos nós que nos convertemos a Cristo, antes, pelas nossas atitudes, temos achado que Ele é que se converte a nós, disposto a nos conceder não apenas três, mas todos os desejos que pudermos almejar, tornando-se assim, não mais nosso Senhor e Salvador, mas nosso servo, o novo gênio da lâmpada dos tempos modernos.

É tempo de pararmos pra pensar na urgente faxina a ser feita em nós mesmos, de entendermos que assim como o pó não pode ser removido sem o auxílio da água, assim, o lixo que há em nossa vida, ainda que queiramos, não pode ser tirado por nossos próprios esforços, ou por qualquer produto de limpeza, por mais eficaz que seja, ao contrário, só será extinto pelo sangue de Cristo e pelo auxílio do Espírito de Deus. Apenas Ele pode fazer isso por mim e por você.

"Quem Senhor, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu santo monte? O que vive com integridade, e pratica a justiça, e, de coração, fala a verdade." (Salmos 15.1,2) Precisamos reconhecer a verdade destas palavras proferidas pelo salmista, necessitamos do mesmo senso de impureza, pequenez e reverência, que Isaías e tantos outros tiveram diante da santidade e justiça de Deus, e reconhecer assim como ele, que o Senhor tem o poder de nos purificar! (Isaías 6.1-8)

É tempo de aprendermos que Deus é amor, sim, mas também justiça, é perdão, amigo, Deus que aceita todos quantos se achegam a Ele quebrantados e de fato arrependidos, mas que requer de nós a mesma postura, requer obediência, coração puro, santidade, retidão, espírito inabalável, e isso de forma alguma faz dEle um Deus mesquinho, arbitrário ou carrasco. Não há como dissociarmos, por mais que queiramos o amor da justiça de Deus! Não há! É hora de crescimento e maturidade!

Concluindo, eu te pergunto o mesmo que meu pai em uma brincadeira disse à minha mãe, mas que tem grandes e importantes implicações: quando morrer, onde você irá fazer faxina? Ou melhor, reformulo a questão: quando morrer, como você irá fazer faxina? Não se engane, essa limpeza deve ser feita aqui e agora! Faça-a enquanto é tempo, sabendo que o melhor de tudo é que não precisa fazê-la sozinho, pois o maior dos auxiliadores está disposto a te ajudar, basta você querer! Solicite-o, e tenha certeza de que Ele levará o entulho embora e arrumará como nenhum outro a bagunça que tem sido sua vida!

E se você puder, faça esta oração comigo: Senhor sabe que nem sempre tenho vontade de permitir que mude minha vida, pois reconheço que gosto de todo este lixo em que tenho me revolvido. É difícil viver assim, e não tenho forças para arrumar as coisas, por isto, eu te peço Pai, toma este pequeno sim que flui do mais profundo da minha alma e purifica-me. Só assim serei limpo de fato e de verdade, e a minha casa - 0 meu coração - será um lugar onde o Senhor pode habitar. Em Teu Filho, Jesus. Amém!

Deus vos abençoe! Que este vídeo possa edificá-los de alguma forma.






4 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

Anderson e Equipe de Editores

Neste post, fala-se de faxina.

Lembrei que a palavra inferno, em suas raízes nas Escrituras, tem a ver com um lixão.

Abraço.

E.A.G.
http://belverede.blogspot.com/

Alex Holliwer disse...

Parabéns pela postagem Gerlane. Você tem se superado a cada postagem. É um imenso prazer ter você na Equipe C.D.C.

Deus te abençoe, muito.
Paz

Noemí disse...

Primeiramente muito legal seu blog.Gostei muito da forma que você escreve,e realmente precisamos está atento em todos tempopara que não venhamos acumular sujeira,lixo,precisamos está limpos para que o agir do Espíro Santo seja livre sobre nossas vidas.

Gerlane G. Oliveira disse...

A Paz pessoal!

Obrigada pelos comentários. Cada um deles nos ensina, incentiva e nos dá a certeza de que, sem sombra de dúvidas, investir tempo e dedicação na Palavra de Deus não é perda de tempo, antes, é benefício eterno!

Deus os abençoe e que possamos crescer em sabedoria e discernimento diante de Deus e de Sua palavra!

Related Posts with Thumbnails