On segunda-feira, 1 de março de 2010 3 comentários


Olá pessoal. Muito bom estar com vocês mais uma vez nessa Conversa Decente Cristã. Hoje quero compartilhar com vocês um pensamento que tenho sobre família e nossa atual condição capitalista. Espero que seja de bom proveito. Vamos lá.

Olá pessoal. Muito bom estar com vocês mais uma vez nessa Conversa Decente Cristã. Hoje quero compartilhar com vocês um pensamento que tenho sobre família e nossa atual condição capitalista. Espero que seja de bom proveito. Vamos lá.

Em nossa sociedade, cada vez mais pessoas estão largando a responsabilidade familiar em busca de carreiras promissoras.
Pais que são ausentes na educação de seus filhos, casais que consideram ter filhos uma pedra de tropeço no caminho de seu sucesso profissional e o aumento de mulheres no mercado de trabalho (isso não é um ataque machista) deixam as crianças aos cuidados da televisão, que por sua vez, traz hipersensualidade e vulgaridade como boa parte de sua programação.

O que antes era um absurdo agora é normal de se ver. A indústria pornográfica investe em revistas e filmes que abordam a pormografia e acordam mentes infantis para assuntos que só deveriam ser tratados no tempo oportuno e da forma correta. A novidade nas escolas são as pulseiras do sexo. Dança da motinha e bonde do tigrão no Faustão e no Gugu: crianças dançando seminuas na TV e o governo "tentando" acabar com a pedofilia, sem antes ver o que está sendo passado para a sociedade pelos meios de comunicação.

O desestruturamento da família é com certeza o grande e principal causador das gangues de bairros, prostituição infantil, aumento gigantesco do HIV, trafico de entorpecentes e ,sem dúvidas nem exageros, grandes facções criminosas.

Será que vale a pena ganhar um aumento ou ser promovido a este custo?
Será um ganho chegar ao topo da carreira profissional e perder os filhos para as drogas ou para prostituição?

Pense nisso.

Em sincera união:

3 comentários:

Gerlane G. Oliveira disse...

Paz!

A família é a base da sociedade. E uma família estruturada gera pessoas coerentes. Claro que tudo tem suas exceções.

Mas o que precisamos enxergar é que a família é propósito de Deus para nós, e que o inimigo de nossas almas sempre investiu e vai continuar investindo nas famílias.

Tudo começa em casa, na família. E se os pais desde cedo buscarem ensinar a vontade de Deus a seus filhos, serem mais presentes, por mais que suas ocupações exijam de si tempo demasiado, não será novidade o fato de que os indivíduos deste grupo crescerão tendo em mente o caminho da boa e perfeita vontade do Senhor!

"A palavra convence o exemplo arrasta!" As crianças e jovens precisam do exemplo dos pais. E a palavra de Deus corrobora todos estes fatos: "Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho, não se desviará dele."

Ailмα... disse...

Anderson. Gostei desse post. Acho que tava faltando isso. O achismo de vocês sobre temas que vão além de nossa relação pessoal com Deus.

Concordo que esquecemos o valor da família e vivemos numa sociedade pós-moderna que caminha rumo à destruição dessa instituição divina e consequentemente a destruição de tudo.
Temos que orar para que Deus não aparte de nós a Sua misericórdia e pedir a Ele todos os dias que nos der sabedoria para vermos nossa família como um presente de Deus para nós e para o mundo.


Paz!

eá Cerejinhaaá disse...

Parabens pelo blog, e dificil hoje em dia encontrar alguem que disponha de um tempo de seu dia para falar de Deus, parabens pela iniciativa!

Related Posts with Thumbnails