On segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010 6 comentários


Paz e Graça a você, leitor do Conversa Decente Cristã.

Em nossos dias está cada vez mais difícil entender, de fato, o amor demonstrado por Deus para com a humanidade. Isso porque, com o passar dos anos, a palavra amor foi tomando forma de mercadoria barata e descartável. No nosso mundo do imediatismo o amor é "eterno enquanto dura", como diria Vinícius de Morais, visto que o amor que conhecemos é baseado em troca e não em simplesmente amar. Com o amor de Deus é diferente e é isso que vamos aprender nessa Conversa Decente Cristã.

O amor de Deus pelo homem na natureza:
Observando em nossa volta, podemos reparar uma infinidade de alimentos necessários à nossa sobrevivência. Frutos, frutas, verduras e uma diversidade de coisas deixadas para nosso sustento. Como se já não fosse bom o suficiente ter tudo isso a nosso alcance para sustento de nosso corpo, Deus fez questão de fazer cada uma delas com gosto e aspecto diferente. Deus preparou tudo o que existe de mais gostoso na natureza para que nós pudéssemos não só comer e estar satisfeito, mas também sentir prazer em fazê-lo. Isso não é demais? Deus manifesta se amor em tudo. A chuva, o sol, as flores, as planícies, os mares, as montanhas, tudo reflete o imenso amor de um Deus que é o próprio Amor personificado. Ele atende todas as nossas necessidades. Não é a toa que o salmista escreveu: "Os olhos de todos esperam em ti, e lhes dás o seu mantimento a seu tempo. Abres a tua mão, e fartas os desejos de todos os viventes."(Salmos 145: 15,15).
Características do Amor de Deus:

O Amor de Deus é pessoal:
Deus conhece cada um de nós e nos ama de forma individual. Ele conhece todas as nossas necessidades, vontades, planos, impossibilidades, qualidades e defeitos.
Deus o ama do jeito que você é e o ama de forma única e verdadeira.

O Amor de Deus é Eterno:
Assim como o próprio Deus, seu amor é eterno. Não importa quanto tempo se passe, seu Amor vai sempre estar nos esperando para a reconciliação.

O Amor de Deus é desinteresseiro:
Deus não impõe condições para que possamos ser amados por ele. Ele nos ama como estamos: pecadores errantes e carentes de seu Amor. Há quem diga que para ser amado por Deus é preciso fazer sua vontade. Mas Deus não estabelece limites a seu grande amor. Ele simplesmente nos ama porque decidiu nos amar.

O Amor de Deus é constante:
Deus não nos ama vacilantemente, ele nos ama todos os dias com a mesma medida de amor. Seu Amor Não é como o nosso que é amor hoje, amanhã não mais. Ele é perpetuamente imutável. Nunca vai te amar diferente.
O Amor de Deus é generoso:
Deus não nos trata como merecemos, Ele nos ama com liberalidade, não como somos dignos.

O Amor de Deus é sofredor:
Deus provou seu amor por nós em seu Filho. Cristo não hesitou em morrer em nosso lugar – Romanos 5:8 – mesmo sabendo que não seria amado por muitos –João 3:19. - Tudo sofreu por nos amar.

Como agradecer a Deus pelo amor dado a nós?
"Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados. Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé." (1° João 5;3,4)

Devemos reconhecer que somos pecadores e que Deus não admite nenhum tipo de pecado (Ver Tiago 2:10).

Precisamos saber que todos pecam e, por tanto, também pecamos mesmo que nunca reconheçamos isso. Em Romanos 3:23 está escrito: "Todos pecaram e destituídos estão da Glória de Deus." Se você reconhece que é pecador e que precisa da Misericórdia de Deus, você deve se arrepender de seus pecados.

Devemos crer que Deus enviou se único filho, Jesus, para cumprir uma pena que era nossa. Aceitando este admirável Amor, somos justificados em Cristo, nos tornaremos Filhos de Deus e recebemos vida eterna mediante a fé nEle. A Bíblia nos ensina que não há outro nome pelo qual devemos chamar para sermos salvos além de Jesus. "... em nenhum outro há salvação" (Atos 4:12).

Coloquemos nossa fé no único que pode verdadeiramente nos salvar. Crendo dessa forma estaremos recebendo Cristo como nosso único e suficiente Salvador.
Meu desejo é que todos nós sejamos gratos pelo Amor e pelo sacrifício que nos salva do pecado e nos liberta do medo e da morte. Que verdadeiramente creiamos que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que ele mesmo é o próprio Deus que deu a Vida por nós para que fossemos livres. Que coloquemos nossas vidas nas mãos de Deus confessando que Cristo é o único e suficiente salvador de nossas almas para experimentar a boa e agradável vontade de Deus em nossas vidas.

"Porque Deus amou o mundo (viciados, prostitutas, bêbados, traficantes, assassinos, políticos, cristãos e muito mais) de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3:16)

Em sincera união:

6 comentários:

Gerlane G. Oliveira disse...

Obstinado amor de Deus:
Profundo, imenso
Sensível, mas forte
Que aceita e perdoa
Que não tem fim, mas perdura
Que transforma e molda
O coração do homem
Obstinado amor de Deus
Que amor é esse?
Amor demonstrado, capturado
Por um simples olhar
Por um leve toque
Por um abraço forte
De um Pai atento e singular
Que amor é esse?
Que me liberta e fortalece
Obstinado amor de Deus,
Não há como expressar, em vão procurar
Amor tão grande assim,
como o obstinado amor de Deus
Por mim.

Opa,sem querer, isso virou poema,rs. Deus continue te abençoando Anderson.

KASSIO KIBOR disse...

GRAÇA E PAZ GUERREIROS!
O QUE MAIS ME IMPRESSIONA
NO AMOR DE DEUS, É QUE MESMO NÓS SENDO PECADORES,E FALAHA-MOS
TODOS OS DIAS ELE NOS AMOU NA CRUZ E CONTINUA A NOS AMAR .
NÓS HOMENS NÃO SABEMOS AMAR.
SOMOS EGOÍSTAS E COMO FOI DITO
"QUE SEJA ETERNO ENQUANTO DURE"
NÓS AMAMOS POR QUE QUERREMOS SER AMADOS, QUEREMOS ALGO EM TROCA.
SE DEUS AMASSE DESSA FORMA ESTARIAMOS MORTOS UMA HORA DESSAS.


UM ABRAÇO

Marcello Jú disse...

Reveste-nos Senhor com esse Amor!
Ensina-nos Senhor a viver teu Amor!
Amém!!!!!:)

Tamires disse...

Oi meu anjo. parabéns pelo seu texto. Muito abençoador,viu? Continue assim pregando o evangelho simples. Deus seja sempre com você. Amo demais. xau

Eliseu Antonio Gomes disse...

Olá!

Chequei aqui vindo da comunidade Blogueiros Evangélicos, no Orkut.

Sobre o obstinado amor de Cristo, faço uma reflexão bíblica sobre uma parábola.

Vejamos o depempenho do pastor na parábola Cem Ovelhas. O pastor perde uma delas. O que faz? Esqueçe-a? Não. Ele deixa as 99 num lugar seguro e sai desolado pelo caminho de volta para encontrar a ovelha perdida. Acha-a, coloca-a nos braços e volta para sua casa contente. Reagrupa-a entre as outras ovelhas. Comemora o reencontro com os amigos. Vemos dedicação total! Amor imenso por parte daquele pastor! (Lucas 15.4-7).

Esta atitude é a atidute do coração missionário!

Abraço.

E.A.G.
http://belverede.blogspot.com/

Gabriel disse...

Ninguem precisa gostar de mim, ninguem precisa ter amor por mim, Mas pra mim só de sabe que DEUS me ama, eu to satisfeito, só de saber que eu tenho DEUS em minha vida, eu fico tranquilo, e sei que DEUS nao deixará jamais que nenhum mal me atinja!

PARABENS, o blog esta muuuito bom, com muitos ensinamentos. PARABENS! vo seguir

Related Posts with Thumbnails