On domingo, 8 de agosto de 2010 6 comentários

 Olá, meus caros amigos e leitores.  Como estão passando esses dias eleitorais? Espero que estejam todos bem. Hoje irei aproveitar esses dias para deixar algumas observações que acredito ser de muita valia para todos nós refletirmos.


 Eu creio que todos já devem ter observado o quanto se fala em trabalho e o quanto se trabalha nesses dias. Ultimamente já estou ficando enjoado de ver tanta gente tomando o solzão de Petrolina e região, segurando uma bandeira, ou uma faixa, ou coisas do tipo, para alavancar a campanha de seu candidato, torná-lo mais popular, e porque não ir direto ao ponto e dizer: para pregá-lo para o máximo de pessoas possível.

Tenho visto crentes, discutindo por motivos políticos e semeando contenda pelo seu candidato. Pessoas e igrejas estão inteiramente envolvidas de corpo e alma neste trabalho. Mas, e a pregação do evangelho? Será que anda da mesma forma? Em todas as denominações há escasscês de trabalhadores, e olhe que temos um retorno muito superior nesta obra. Os gabinetes e comitês dos candidatos evangélicos estão mais cheios de crentes do que nossos grupos de evangelismo. Não se vê tanta gente entregando literatura cristã, quanto as que distribuem os "santinhos" em todos os pontos da cidade e até em ônibus, escolas, casas e todos os demais lugares que seja possível se pensar. Mas... Esses não seriam os lugares onde o evangelho deveria ser pregado? Homossexuais, prostitutas, lésbicas, homicidas, viciados e todas as classes sociais são alcançados pelas propagandas eleitorais. Essas não são as  pessoas que deveriam ser alcançadas pelo evangelho? O bombardeio político vem em forma de comerciais de TV, revistas, jornais, panfletos, outdoors, adesivos, camisas e toda sorte de materiais publicitários. Mas... Esses não deveriam ser, meios usados para pregação do evangelho?

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Mc 16:15)
Quantos votos você é capaz de ganhar para seu candidato em uma semana? E quantas almas perdidas você foi capaz de ganhar para o SENHOR em um ano? Na maioria dos casos nossas semanas são bem mais produtivas pra nós e nossos problemas do que um ano poderia ser para o SENHOR. É verdade, estou escrevendo e meditando em minhas próprias falhas também. A política tem corrompido grande parte da população brasileira e inativado muitos homens e mulheres que tinham uma visão focada no evangelho. Cantores, obreiros e até pastores tem deixado seus ministérios e ovelhas para entrar de cabeça nessa disputa pelo poder político. Claro que precisamos de pessoas nossas lá dentro para defender nossos interesses como cristãos, mas, com ou sem eles "O mundo jaz no maligno" e vai de mau a pior. Será assim. Ou não cremos que Cristo voltará? Se cremos, devemos crer no pacote completo, não tem como selecionarmos os cumprimentos preferenciais.


Hoje gostaria de lembrar a todos o lançamento de uma "candidatura diferente" anunciada e milhares de de anos atrás. Meu candidato? Jesus Cristo, para Salvador de sua vida. Ele depende unicamente do seu voto de confiança para mudar sua vida, seu bairro, sua cidade e até mesmo seu país. Ele nunca deixou de cumprir nem uma de suas promessas, nunca iludiu seus seguidores, ainda que algumas de suas palavras tenham sido duras demais, nunca deixou de falar a verdade, lutou até a morte (e morte de cruz) e ressuscitou ao terceiro dia, para que hoje tivéssemos liberdade e vida em abundância. Trouxe liberdade aos cativos, saúde perfeita aos enfermos, visão aos cegos, voz aos mudos, sons aos surdos e ainda trouxe vida aos mortos. Nunca pecou e ainda assumiu por nós, os nossos pecados. Ele é perfeito, santo e incorruptível. E você acredita que Ele ainda nos quer como cabo eleitoral dEle?

Se é pra sair por aí promovendo algo, que seja o evangelho. Por Ele ValeMais do que por qualquer outra coisa no mundo. Já conversamos demais... Agora, mãos a obra...

Em Cristo Jesus,
Alex Holliwer

OBS: Mas, quando for votar no dia 3 de Outubro. Vote consciente e saiba que ninguém pode comprar seu voto nem escolher seu candidato. Estude seu candidato e analise se ele está cumprindo com seus deveres. Democracia é isso.

6 comentários:

Dona Ana disse...

muito bom o seu texto, parabéns.

Lucas disse...

Ótimo texto, ainda mais neste periodo onde a maioria das pessoas se encontra tão alienada. Votar é mais do que uma obrigação, ou a mens deveria ser e seria melhor que todos fizessem uma escolha saudavel.
Um Grande Abraço!

http://crisfilosofa.blogspot.com/ disse...

parabéns!

Joyce Camila disse...

Graças ao meu BOM deus eu ainda não voto, e eu não gosto de politica nem de poliiticos, mais quando eu tiver que votar minha consiencia agora diz que eu nunca votarei em branco ou voto nulo. ^-^

Juηiøя - ลи†эиล∂๏ disse...

muito bom o texto gostei do conselho do voto consiente

visite: http://adolescente-antenado.blogspot.com/

Sofia disse...

Olá...Parabéns pela matéria muito boa!Um tema que realmente tava precisando ser discutido...
Acredito que o tempo gasto com essas campanhas poderia estar sendo aplicado para o evangelismo...Não é que não devamos ser políticos, mas que a política não seja prioridade em nossas vidas.
A palavra de Deus nos diz que devemos buscar primeiro o reino de Deus e as demais coisas nos serão acrescentadas.
Muitas pessoas estão se precipitando, colocando a política em primeiro lugar, são atitudes precipitadas! Precisa-se de mais união entre as igrejas, sendo assim tudo se tornará mais prazeroso e agradável a Deus!
Fiquem na paz do Senhor!

Abraços!

Sofia =]

Related Posts with Thumbnails