On domingo, 7 de novembro de 2010 17 comentários


Olá, caro leitor e amigo do CDC. Hoje (07/11/2010), resolvi falar sobre algo que muito me entristece e por que não ser mais honesto e acrescentar, que muito me irrita? Sim! Estou falando da maldita "Teologia da Prosperidade". Vemos hoje muitos procurando Jesus porque sua vida profissional, pessoal ou sentimental estão desmoronando, ou no popular, estão indo para o buraco, porque alguém que lhes apresentou o "messias da prosperidade", o único capaz de tirar a pobreza do mundo - Opa... Acho que não é assim que li na Bíblia (Jo 1:29b). É eu sei. Mas é esse tipo de "baboseira góshpil" que alguns contam para atrair multidões para igreja.

A caminho da orla, quando tenho de pegar a barca pra Juazeiro-BA, passo em frente de uma determinada igreja e tenho sempre que ver uma placa que diz: "PARE DE SOFRER!" Tenho que ser sincero e dizer que isso é ridículo. Agora algumas pessoas sem um pingo de temor de Deus na vida vedem um pedacinho do céu, 1/2 dúzia de galardões e sabe mais o que vão vender nessa "feira santa". É certo que Jesus é o dono do ouro e da prata; mas isso não quer dizer que todos devemos ser ricos e poderosos.

Estive observando que o nosso Rei do ouro e da prata, não teve, pelo menos aqui na terra, um berço de ouro ao nascer; mas uma manjedoura (Lc 2:16), e não dirigia um camelo 4portas, ao fazer sua entrada triunfal em Jerusalém; mas um finho jumenta (MC 11:7). Fico pensando se eles se esqueceram de Sua história; mas que tolice, é óbvio que não a esqueceram. Apenas puseram seus corações nas riquezas terrenas e estão dispostos a mentir e a distorcer a Palavra pelo vil metal. Estão presos num ditado muito popular que diz que "dinheiro nunca é muito". Eu sei que alguém pode estar pensando: "nossa, mas você exagerou nesse título!". E eu digo: não.

Mas uma vez folheando as Escrituras, encontramos algo esclarecedor para justificar nosso post. Vamos à João 19:38-42:

"Depois disto, José de Arimatéia (o que era discípulo de Jesus, mas oculto, por medo dos judeus) rogou a Pilatos que lhe permitisse tirar o corpo de Jesus. E Pilatos lho permitiu. Então foi e tirou o corpo de Jesus. E foi também Nicodemos (aquele que anteriormente se dirigira de noite a Jesus), levando quase cem arráteis de um composto de mirra e aloés. Tomaram, pois, o corpo de Jesus e o envolveram em lençóis com as especiarias, como os judeus costumam fazer, na preparação para o sepulcro.E havia um horto naquele lugar onde fora crucificado, e no horto um sepulcro novo, em que ainda ninguém havia sido posto. Ali, pois (por causa da preparação dos judeus, e por estar perto aquele sepulcro), puseram a Jesus."

Lendo esse texto, vemos que a tumba onde Jesus foi sepultado, foi uma doação desses homens. Então. OK. Post justificado, sigamos adiante...

Muitos utilizam a passagem de Mateus 19, onde fala sobre o jovem rico, dizendo ser um teste para saber onde estava seu coração. Dizem: "Na verdade, Jesus não queria que ele vendesse tudo que tinha. Era apenas um teste de fidelidade". Mentira! Quem não conhece Atos 2:44 ao 46? Ora, vejamos:

"E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,"

Não era um teste, era uma palavra sincera e verdadeira. Afinal, todos faziam desta forma.
Onde estão os cristãos do Evangelho primitivo? Será que ainda existem? E se Jesus nos fizesse a mesma proposta, hoje? Será que O seguiríamos? O Evangelho não e constituído de palavras bonitas; mas de amor. Eu sou capaz de amar o meu próximo, como a mim mesmo, independente de sua raça e classe social? Se a resposta for, não; devemos rever nossos conceitos de cristianismo, porque "Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?" (I Jo 4:20).

Acorda, povo de Deus! O que estamos fazendo? Porque nos acomodamos em nossas camas e nos acostumamos a ver nossos irmãos padecendo necessidades e não fazermos nada? Porque abandonamos o órfão, a viúva e o viajante? Porque rejeitamos os homossexuais, as prostitutas e os moradores de rua? Não conseguimos enxergá-los mais em Marcos 16:15? Mas eles estão lá, certamente e também estão aqui. Quem nos deu o direito de rejeitarmos as pessoas que Jesus aceita? Quem de nós, deu sua última gota de sangue, para estar fazendo a seleção dos salvos?

Agora eles vêm dizer que quem não tem dinheiro, tem encosto. Se sua vida não prospera, é por que você não deu grana o suficiente ou por que tem pecado. Ora, parem com essa nojeira! Se não gostam de pobres e pecadores, não deveriam ter aceitado Jesus, por que Ele os ama.

Jesus era paupérrimo e não tinha onde cair morto. Fato. Isso diminui seu valor? Porque deveria diminuir o de nossos irmão?

"Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim."
(Mt 25:41-45)

Medite nisso, de dia e de noite.

Com amor,
Alex Holliwer

17 comentários:

Gerlane Oliveira disse...

Concordo com Lutero quando ele diz:

"Não estou preocupado com a vida, mas com as doutrinas. A vida má não causa grande dano a não ser a si mesma, mas o ensinamento errado é o maior mal neste mundo, porque leva multidões de almas ao inferno. Não estou preocupado se és bom ou mau, mas eu atacarei teu ensinamento venenoso e mentiroso que contradiz a palavra de Deus."

Pensar que milhares de pessoas são induzidas ao erro e ao afastamento de Deus por aqueles que dizem conhecer as Escrituras, mas propagam mentiras fajutas por aí, me tira do sério.

Todo cristão que tenha compromisso com a propagação do verdadeiro Evangelho, o mesmo pregado por Cristo, deve odiar falsas doutrinas e lutar para que a vida vivida por Cristo e a Sua palavra seja o centro de suas próprias vidas e de seus ensinamentos.

Dizer que amamos a Deus quando visamos apenas Suas bênçãos, é muito mais diabólico do que mentir.
Que Deus tenha misericórdia de nós, e que possamos aprender passar pela Cruz antes de buscarmos obter as bênçãos de Deus!

Que o Senhor te abençoe dia após dia! Paz.

Elton Morais disse...

Graça e Paz!

Alex, você está certíssimo. Jesus não tinha onde cair morto. Jesus não andava nas melhores carruagens. Jesus não morava, nem frequentava, os maiores palácios. Jesus não comia os melhores banquetes.

Jesus estava ligado no céu. E nós também devemos nos ligar no céu (Cl 3).

Infelizmente, muitos "cristãos" estão esquecendo as coisas de cima, e dando mais importância as coisas terrenas.

Em Cristo,
Elton Morais

Raphael Ferreira Serra disse...

"Agora eles vêm dizer que quem não tem dinheiro, tem encosto. Se sua vida não prospera, é por que você não deu grana o suficiente ou por que tem pecado. Ora, parem com essa nojeira! Se não gostam de pobres e pecadores, não deveriam ter aceitado Jesus, por que Ele os ama."
concordo plenamente :)
adorei o seu blog

Yullia Marizia disse...

Puxa, legal tua sinceridade.
esse negócio de teologia da prosperidade cansa mesmo. E o pior, da pano pra manga pra um monte de gente ficar falando mal do cristianismo, como se cristianismo fosse só isso. As pessoas acabam trocando Jesus, que é o principal, por um monte de coisas periféricas. Claro que ninguém quer sofrer e viver na merda, mas a questão é que o foco não é esse de "venha pra minha igreja que tudo vai se resolver num piscar de olhos. E não esqueça o dízimo ;)"

Parabéns pelo blog.

@priibritto disse...

Opa, quanta sinceridade!!
O que mais me deixa pasma é que esses PREGADORES só se baseiam em uma passagem biblica, ignorando todas as outras. Daí chega a hora onde podemos questionar, Onde está o seu amor por Deus? Que tipo de amor é esse? Por que até onde sei, quando permitimos em nosso corpo a entrada do Espirito Santo, damos liberdade a Ele de fazer mudança. E que tipo de mudança é essa que nos leva a depositar nossa confiança no dinheiro e a esquecer do amor ao próximo que Jesus ensina?!
Chegamos em um tempo onde precisamos DIARIAMENTE reavaliar os nossos principios.. E não só ler a biblía, mas pedir sabedoria a Deus pra interpretar!!
Abraços, *-*

Nanda Oliveira disse...

rs. O Título realmente me assustou, cheguei a pensar que era um blog ateu. HAUHAUHAU Enfim, apenas foi uma impressão rápida que se foi após ler as primeiras linhas do texto.
Sei de onde vc está falando, as vezes eu vou passear em Salvador. E essa placa já me chamou a atenção.
O senhor nos socorre nos momentos de aflição. Ele nos consolo, nos ampara. Mas ele não está ali apenas quando vc precisa. O cristão não tem uma vida "parfeita" digamos as mil maravilhas, há tentações, há fraqueza. E o senhor nos ensinou a sermos humildes e trabalhadores. E os ricos não herdarão o Reino dos Céus. Por que então buscar a riqueza aki na terra, onde a traça e a ferrugem corroí?

O homem é egoísta.

bjus.

Victor Pagani disse...

Como a Nanda disse o assunto seria meio polêmico mas é bom o post :)

[]'s

Alex Holliwer disse...

Obg pelos comentários, pessoal.
GERLANE| Grande verdade a preocupação do Lutero. Temos que pregar a verdade e isso implica em atacar as mentiras.

"Viver uma mentira pode levar uma pessoa para o inferno; ensiná-la pode lever uma multidão." (@AlexHolliwer)

ELTON MORAES| É isso aí. Devemos nos ligar no céu.
RAPHAEL| Vlw, brother.
YULLIA| Obrigado
@priibritto| Pois é. E obg pelo post do CDC no blog da UAC. Bjos
NANDA| Chocar - Essa era mesmo a intenção. Um título que instigasse a curiosidade a ler o post. Pois é, vamos amontoar teouros no céu lol
VICTOR| Obg

J.R. disse...

O que mais me irrita é que as pessoas só procuram a Jesus quando precisam!!! Jesus tá sempre ao nosso lado e as vezes fazemos de conta que ele nem existe!!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

Sâmela disse...

Deus conhece o coração de cada um se ele não faz com que alguem fique rico é porque ele sabe que essa pessoa não vai usar o dinheiro da maneira certa, e você dando muito dinheiro para igreja ou não, não vai mudar nada, tudo depende da fé.

Pedro Lima disse...

concordo,em partes...

Luiz Grden disse...

Deus não faz as coisas da noite pro dia, e nem quando nós queremos, ele age de forma imperceptível, devendo assim tentar-nós aprender a compreender seus sinais.
Concordo em partes com o texto.

Matheus Rego disse...

Muito bacana o ponto que o texto levanta. É importante que cada um entenda a importância única de seu empenho e trabalho próprio, na construção de sua vida. O "messias da prosperidade" é, aos que crêem na real imagem de Cristo, uma ofensa aos princípios morais dessa crença metafísica. Vale lembrar, também, a filosofia de Santo Agostinho, em seu significado de Graça e Contingência, afim de que se entenda que Deus não trabalha a favor de ninguém e que, sendo o mundo e a vida Contingência, devemos ser gratos ao fato de estarmos aqui e trabalhar para o melhoramento pessoal e social. Abraço!

Jessyca Aquino disse...

Prosperidadee -->É o que mais se prega em algumas igrejas ..
Infelizmentee o evangelho para muitos é um meeio de parar de sofrer como o Alex abordou.

Alex Holliwer disse...

O que mais me irrita é que as pessoas tem Jesus como uma última opção. Tipo: se tudo na vida der errado, procura-se a Cristo. Mas se tudo está bem, nem se agradece.

Não quero com o post dizer que não podemos ser prósperos materialmente. Claro que podemos e quem dera, todos fôssemos. Mas o bastante entristece meu coração é ver que o "evangelho" da prosperidade, tem sido mais pregado do que o de cura, perdão, libertação e salvação. Isso é podre e inaceitável.

Começo a pensar que muitos só querem ser amigos de Jesus porque Ele é o dono do ouro e da prata, assim são os valores humanos. Devemos entender que sua graça, nos basta. Se vier algo mais, amém.

Danilo Fernandes disse...

Ola gente boa de Jesus!

Graça e Paz!

Vim conhecer seu espaço digital. Bom posts! A internet é um espaço precioso onde podemos falar de Jesus e discutir diferentes pontos de vista!

Aproveitando, faço uma apresentação do meu blog:

Genizah é um blog cristão diferente. Hilário e divertido, mas que não dispensa a seriedade na defesa do Evangelho. Uma mistura bem balanceada de humor, denuncia e artigos devocionais. No Genizah, você fica sabendo da última novidade do absurdário "gospel", mas também não falta material para inspiração e ótimas mensagens dos melhores pregadores. Genizah é um blog não denominacional apologético, com um time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

Aguardo sua visita. Vamos nos seguir!

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo Fernandes

http://www.genizahvirtual.com/

Fernando Saraiva disse...

Olá Amigo,
Alex Oliveira,

Felicito pelo texto, no entanto é triste constatar que a “igreja” oficial /templo, não todas, MAIS um número considerável, se apossaram das verdades bíblicas e as distorceram conforme o seu bel prazer.

Cristo não é mais visto como O Bom Pastor, mais como um latifundiário rico, rico, rico. Que em troca de favores (dízimos,trizimos,quadrizimos) premia os bons e pune aqueles que não contribuem para a obra de “deus”.

As chagas, a cruz manchada de sangue, os pregos ainda impregnados com resquícios de pele. Já não fazem mais sentido para esse evangelho triunfalista, que trocou tudo o que a cruz representa por um punhado de prata e ouro posta em um saquitel furado.

Fica na Paz Irmão e em tua fé sádia!!!

Related Posts with Thumbnails