On sexta-feira, 14 de janeiro de 2011 4 comentários


Falar de fé é mais difícil do que parece; bem mais cômodo e comum falar da pouca fé e por que não, da falta dela. Que se dirá então da fé em algo vão, misticismos e coisas do gênero. É comum nos dias de hoje, o encorajamento de uma fé imatura em prol unicamente para alcançar bens materiais, sucesso profissional e uma vida de fartura - a tão conhecida doutrina da prosperidade. Apesar disso, não vou bombardear esta falsa prática, algo que ainda farei, mas não agora, não neste texto.

Enquanto escrevia estas palavras, milhares de pessoas apenas começavam a enfrentar uma situação de desespero e morte causados pelas chuvas e pelo descaso dos homens... Momento certo para abordar este assunto, afinal, é nos momentos onde o caos impera que nossa fé é provada e podemos perceber o quanto somos fortes quando pensamos o contrário.

Para Deus todas as coisas são possíveis. E quando a Bíblia diz todas, são todas. Ponto final! E fé é algo que precisamos exercitar. É necessário ter fé para nos aproximarmos de Deus, é por meio da fé, e fé em Cristo Jesus, que somos justificados perante Deus. Ela é o indicador do quanto confiamos e descansamos no Senhor.

"De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11.6)

A fé requer atitude. Deus se agrada quando demonstramos atitudes baseadas em uma fé sólida e ousada, baseada na grandeza de quem Ele é e nunca na pequenez de quem somos. Moisés com uma vara abriu o Mar Vermelho, e pela fé, uma nação passou a seco por sua vastidão. Imagino o temor desse povo - à sua frente águas profundas cuja imensidão não se podia medir, às suas costas, um homem demente e seus comandados perseguindo-os com o único objetivo de matá-los.

Penso como deve ter sido terrível Abraão levando seu filho para o sacrifício. O coração sangrando, mas determinado... Em Isaque amedrontado ao olhar a expressão angustiada do pai. "Pai, onde está o sacrifício?" "Não se preocupe filho, Deus irá provê-lo." Um teste de fé! Homens iletrados, que revestidos pelo poder do Espírito romperam barreiras, levando o Evangelho a lugares onde jamais sonharam ir, onde seus pés nunca haviam pisado. Nada foi capaz de pará-los: limitações, medo, prisões, tortura, morte. Nada!

Uma mulher doente há doze anos que entendeu que tocar a roupa do Mestre era suficiente para sua cura, apesar de todo o preconceito à sua volta. O cego que clamou o mais alto que pôde para voltar a ver (ainda assim, sempre teve o principal: era o único que enxergava de fato no meio da multidão, apesar de sua visão física debilitada).

Pessoas que perderam tudo: casa, documentos, família, sonhos, cujos olhos são apenas lágrimas, mas ainda assim demonstram que é possível recomeçar, e no meio da tragédia, sua fé transforma-se em gratidão: "perdemos tudo, mas não o mais importante. Estamos vivos e Deus nos ajudará a construir uma nova vida em cima dos destroços da dor."

Atitudes ousadas de fé, como essas, é tudo o que precisamos! Crer que o impossível se faz possível não por quem somos ou fazemos, mas por quem Ele é, faz e pode fazer. Fé muito além de esperar e nada fazer, esperando que tudo caia como mágica em nossas mãos, mas uma fé crescida, de alguém que busca, espera, descansa e tem um relacionamento genuíno com Deus, crendo que o melhor Ele fará, ainda que nos conceda algo diferente do que pedimos ou pensamos, porque indiscutivelmente, sempre nos dá o melhor.

Fé pra fazer diferença. Não apenas esperando coisas grandiosas, embora, é certo, se tivermos fé, elas acontecerão. Foi o que Jesus nos disse, e Ele não mentiu a respeito disso, bem como em tudo o que nos falou. Fé acima de tudo, para contemplá-lo, que gera vida e santidade, e aí sim, fé para podermos vê-lo face a face.

Coloque o pé na água, olhe pro céu, pois de lá vem o seu socorro. Permita que sua fé seja uma semente de mostarda, pois ainda que seja pouca, ao exercitá-la, ela se tornará forte, grande e vigorosa. Uma fé capaz de mover muito mais que montanhas e lançá-las ao mar.

E guarde uma coisa consigo: "Deus quer abrir o mar pra você, mas antes... antes você precisa crer!"

Concluo deixando este vídeo, cuja música foi inspiração pra este post. Sei que deixo vídeos quase sempre, tenho uma razão pra isto, mas prometo que de agora em diante vou procurar reduzir a constância deles aqui. Deus os abençoe.

Em Cristo,
Gerlane Oliveira.

4 comentários:

Thiago disse...

OI Gerlane, nossa, você escreve muuito bem,fiquei com mais vontade ainda de criar meu Blog, rs.
simplesmente muito bom. ah sim, o texto abaixo sobre a mulher adultera, a chamada 'Conjectura teológica'. ficou maravilhoso, deu pra sentir o texto vivo. Parabens a você e a todos que postam aqui também.

nEle,que nos amou primeiro,e nos ama até o fim.

diogo disse...

indo aqui porque ja comentei no último.
gosto de como vc explora a fé em seus textos...

Jeniffer Haddad disse...

Fé é uma coisa realmente muito difícil de se dialogar. Todos nós temos opiniões diferentes. Mas a questão é, a maioria (não todas) ensinam coisa boas, dos quais nós seres humanos temos que aprender. Gostei do modo que você escreveu o texto. Falou tudo ^.^

Planeta Humor disse...

nao tem como falar de fe sei la nao tem o que falar

http://planetahuumor.blogspot.com/

Related Posts with Thumbnails