On segunda-feira, 21 de dezembro de 2009 6 comentários



“Quem Dera Natal”



No espalhar de presentes

No oferecer de singelas lembranças

No reflexo de rostos

Percebidos num olhar brilhante

Mas ainda assim existem


Lágrimas contidas até agora,

Outrora perdidas

Por não saber-se afinal

O Real sentido do Natal


E eis que o véu do templo se rasgou em dois

De alto a baixo

E tremeu a terra

E fenderam-se as pedras

E abriram-se os sepulcros

E muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados

Não seria esse o real sentido do Natal?

Não foi esse o propósito da “Vida” que Nasceu (Natal)?

Da “Vida” que nos deu vida?

Consumada foi sua missão

Tragada foi a morte com o seu aguilhão

Deus! Tu o Sabes!


Jesus! Somente tu podes dar sentido ao meu Natal!

O Natal da Ressurreição

O Natal da nossa Salvação


Todavia ainda existem

Lágrimas contidas até agora

Outrora perdidas

Por não saber-se afinal

O Real sentido do Natal.



Que a mais que abundante Graça de Deus impere mais e mais em nossas vidas, e não esqueçamos do Real sentido da Vida, do Real Sentido do Natal. Paz do Senhor amados!

Vosso irmão em Cristo: Marcelo Junior

On quinta-feira, 3 de dezembro de 2009 2 comentários



Olá queridos leitores. Que a paz do SENHOR seja com cada um em particular. Em primeiro lugar gostaria de agradecer a DEUS pelo presente que me concede, também pelo passado e pelos Seus planos para meu futuro. Também sou grato a cada um de vocês em particular por prestigiar este blog com alguns de seus preciosos minutos e por seus comentários registrados aqui.


Domingo passado (29/11/2009), presenciei uma cena que não sai de meus pensamentos. Era um Domingo de manhã quase como todos os outros (pelo menos pra mim). Indo ao meu escritório pegar minha câmera e alguns cartões de visita para cobrir um evento em outro bairro, passei em frente a um determinado templo evangélico. Acontecia naquela manhã uma Escola Animada, com muita gente e uma recepção formada por umas oito ou doze pessoas posicionadas a porta do local. Então vi uma mulher, morena, de aspecto sofrido, entre 35 e 45 anos (creio eu), agachada, lavando alguns poucas peças de roupa e se banhando (vestida, logicamente) na praça da igreja a uns dez ou quinze metros da porta, dos(as) recepcionistas e de todos que entravam ou saíam daquele lugar.
Eu estava demasiadamente apressado, meu pai passaria pra me pegar no escritório em uns 5 minutos talvez, para me deixar na COHAB VI para cobrir o aniversário do conjunto eletrônico da igreja local e eu não poderia faltar com aquele compromisso, por já haver falhado com outros. Lamento-me muito, embora tenha a plena certeza do perdão completo, por não haver ganhado aqueles poucos minutos falando de JESUS para aquela mulher.
Uma coisa me chamou muito a atenção naquela manhã. Eu podia ouvir aquele culto a uns 400, talvez 500 metros de distância. Sua teoria ia muito longe; mas suas mãos não alcançavam 10 ou 15 metros.
Talvez seja por casos como este, que muitos abandonam a fé e outros até perseguem-na. Os “cristãos” atuais, em sua grande maioria, não pregam mais o Evangelho para deficientes físicos com medo de ter de empurrar sua cadeira de rodas até a igreja num Domingo de manhã, não o pregam pra um deficiente mental por que não crêem que eles passam compreendê-lo e até mesmo aceitá-lo não conhecendo o que disse Isaías no cap. 35 e vers. 8 (“E ali haverá uma estrada, um caminho, que se chamará o caminho santo; o imundo não passará por ele, mas será para aqueles; os caminhantes, até mesmo os loucos, não errarão.”). Muitos nem acreditam mais que DEUS os possa curar.
Vemos com frequência hoje, a pregação de um evangelho mesquinho e indiferente para os bem sucedidos e pouco se sabe e se fala do rico Evangelho da Graça de DEUS para TODOS os cansados e oprimidos de Mateus 11:28, sejam eles ricos ou pobres, brancos ou pretos, altos ou baixos, crianças ou adultos, Xises ou Ypsilons.
O Evangelho verdadeiro não veste ternos de linhos, sapatos italianos ou anda em carros importados de luxo. Ele pode estar onde eu e você menos julgamos estar e às vezes até julgamos arrogantemente não estar. O próprio CRISTO escolheu uma manjedoura em vez de um palácio. DEUS não escolhe morar em um homem (ou mulher) por ele(a) ter em seu coração, carros importados, incríveis mansões, uma poltrona confortável ou uma cama macia. ELE escolhe um coração vazio onde haja de fato um lugar privilegiado para ELE no meio de toda essa parafernália.
Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram;Rm 12:15
O que vejo hoje são três tipos de evangelho, os evangelhos de curto, médio e longo alcance.

O
evangelho de curto alcance é um evangelho pregado e direcionado apenas para os próprios cristãos a fim de convence-los de seu estado de pecador perdoado. Muitos pregadores usam esse evangelho para pescar em aquários, pois é mais fácil ter membros já "domesticados" ao ter que trabalhar com quem precisa ser transformado.

O
evangelho de médio alcance, é aquele dividido por aproximação e classe social. Ele alcança os “Garotinhos” e “Rosinhas” da vida e, algumas vezes, nossos melhores amigos. É evangelho pregado mais por status que para conversão, propriamente dita.
O evangelho de longo alcance é aquele que merece de fato ser pregado. Ele alcança tantos meninos e meninas de rua quanto seja possível, ele alcança prostitutas, travestis, homicidas e tantos quanto necessite dele. Ele não ver um rio passando entre ele e a pessoa necessitada, não ver os muitos olhos o julgando por estar juntos de pessoas que eles consideram desmerecedoras de tal gesto de amor porque ele entende perfeitamente o sentido da Graça que é um favor imerecido.
Mais graça e menos mérito.
Em Cristo Jesus,
Alex Holliwer

On quarta-feira, 25 de novembro de 2009 6 comentários


Paz e Graça a todos os leitores do Conversa Decente Cristã.

Em algum momento da História o "cristianismo" começou a retroceder gradativamente, dando-se o direito de se transformar em uma mera religião. A prática da fé cristã foi substituída por sistemas e regras que só evidenciaram mentiras e fragilidade. As mensagens de salvação e Vida foram transformadas em discursos sobre o "ter" e o evangelho deixou de ir ás ruas. Contaminadas com o veneno do legalismo, as igrejas se conformaram com seus preceitos, na tentativa de uma vida religiosa. Muitos estão em uma eterna caça ás bruxas onde tudo é maligno, outros, no entanto, pensam que tudo pode ser experimentado. A igreja do século 21 é uma igreja ociosa que perdeu os sentidos e caminha rumo ao desconhecido.


Vivemos em uma comunidade Cristã que não aceita o evangelho da Graça.
Dizemos que a Graça é a peça chave para a salvação, mas nossa vida contradiz nossa retórica. Cara a cara com a realidade vemos que o que se vive é uma fé baseada no próprio esforço, evangelistas surgem ensinando como barganhar com Deus em um jogo de toma-la-da-cá. Hoje a ênfase é no que eu estou fazendo para ser aceito por Deus e não no que Deus esta fazendo em mim. Se não estamos indo bem no trabalho ou na escola ou até mesmo se estamos doentes é porque Deus esta nos castigando pelo nosso pecado. Nossa comunidade deformou a verdade do evangelho em prisão religiosa onde as pessoas comprem dogmas por obrigação com medo do fogo do inferno ao invés de viver o evangelho pelo amor que sentem – ou pelo menos deveriam sentir – por Cristo e seu sacrifício na cruz do calvário.

Vivemos em uma comunidade Cristã que não vive o Amor.
Dizemos que Deus é amor, mas, aplicamos sentenças severas aos não-reconciliados ao invés de ajudá-los a conhecer Cristo, o único que pode mudar suas vidas. Quando vemos uma pessoa se lambuzando na lascívia, parece que nosso eu se envaidece por não estar na mesma situação que ele. Se alguém erra somos os primeiros a atirar nossas palavras de juízo como pedras em suas cabeças.

A igreja precisa rever seus conceitos de Cristandade.

- Precisamos compreender a graça salvifica de Cristo entendendo que nada que fizermos nos fará dignos de recebê-la, pois, graça é favor imerecido. Tudo o que podemos fazer é aceitar e ter a plena certeza de que nada pode nos tirar essa vitória, além de nós mesmos. Os frutos dessa graça em nós são as beatitudes que não passam de um sinal de que "fomos tomados pelo poder de uma grande afeição". As beatitudes não podem ser o preço que se paga para herdar a Vida Eterna. O preço foi pago na Cruz.

- O mundo jaz no maligno, farto de ouvir comunidades Cristãs falarem de amor. Eles querem as evidências, não palavras. Como diz Bob Hortman, "Algumas vezes os filhos de Deus deveriam ser vistos e não ouvidos". Deus é amor. Se somos de fato espelhos dEle, devemos refletir seu amor.
____________________________________________________


Espero que um dia a igreja institucional aprenda que o Reino deve ser pregado com amor para trazer liberdade aos que ouvem e aceitam. Que precisamos amar mais os nossos irmãos e mais ainda nossos inimigos. Que não somos donos do segredo supremo da salvação e que somos, também, pecadores que precisam de Deus. Quando isso acontecer experimentaremos de um poder jamais visto e jamais sentido e Deus fará mais coisas em nossos dias quanto jamais fez nos séculos passados.

Escuto com frequência uma música que diz:
"O mundo está dormindo nas trevas e a igreja não pode fazer nada porque está dormindo na luz"
(Keith Green)

Em sincera união:

On quarta-feira, 18 de novembro de 2009 12 comentários



Bom dia, boa tarde, ou, boa noite caros amigos e leitores do Conversa Decente Cristã. Antes de tudo mais, que a paz do SENHOR seja com todos, em especial, cada um.

Minha postagem de hoje é destinada a todos que já ouviram alguém dizer que JESUS ama os meninos bonzinhos (santos) e que ELE castiga os traquinos (pecadores). Por essas palavras já dá pra termos uma idéia do que se trata esta postagem.

Estamos falando de uma falha comum e frequente entre os educadores, tanto cristãos, como não-cristãos e que tem feito gerações inteiras crescerem com uma fé oscilante por pensarem que tem de fazer o bem para receber de DEUS o amor e sua recompensa e que se errarem serão punidos pelo Grande DEUS Carrasco de pecadores. Mas isso contradiz os ensinamentos bíblicos, pois sabemos nós, que DEUS ama os pecadores (cristãos e não-cristãos).
“Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Rm 5:8)

Diante disto, entendemos que CRISTO morreu (e ressuscitou) para perdoar nossos pecados e que ONISCIENTE como ele é, sempre soube que erraríamos outras (muitas outras) vezes e nos ama mesmo assim (pecadores).
“Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.” (Lc 15:7)

O fato é que todos somos pecadores, desde o não cristão até aos pastores que se assentam, nos púlpitos ao redor de todo o mundo e sem exceção de nenhum deles. Como diz o escritor cristão Brennan Manning: “A Igreja não é um museu para santos, mas, um hospital para doentes”. Porém, precisamos entender que nossas falhas são perdoáveis e não devemos confundir suas consequências com punição divina.

Cada um tem de DEUS aquilo que necessita e da terra aquilo que planta.
Deus, por ser misericordioso,tira-nos do pecado; mas por ser justo, não anula as consequências.

Concluindo, Deus ama os garotos maus. Mas os chama para serem bons.
Em Cristo Jesus,
Alex Holliwer.

On quinta-feira, 5 de novembro de 2009 13 comentários



"A Diferença entre O que Faço e O que devo Fazer"


Definitivamente concluo: Existe sim, uma diferença entre o que faço e o que devo fazer!

Essa diferença se encaixa perfeitamente ao tamanho do meu Amor por Jesus, ao tamanho da Força dessa Relação. Pois não seria a santidade uma prova de amor? Pois não seria a obediência uma prova de amor? Pois não seria meu louvor e adoração uma prova de amor?
Sem dúvida nossas vidas vão se configurando ou pelo menos deveriam ir se configurando em uma Grande Prova de Amor.

O próprio Jesus nos deixou dois grandes mandamentos; “Amarás o Senhor teu Deus de todo teu coração e ao teu próximo como a ti mesmo” (Mt 22. 37-40; Mc 12. 30,31; Lc 10. 27). E o apostolo Paulo Também foi incisivo deixando clara a importância do amor, afirmando: “Agora, pois permanecem a Fé a Esperança e o Amor, estas três; mas o maior destes é o Amor”.
Sabendo isso, não é tempo de amarmos de verdade a Deus e ao nosso próximo, com todas nossas forças, com toda sinceridade e enfim fazermos o que deve ser feito?

É Tempo de Ser Sal! É Tempo de Ser Luz! E Amarmos Independente de Qualquer Coisa!




Continuemos nessa comunhão meus amados, Deus vos Abençoe!!!
Marcelo Junior

On quinta-feira, 29 de outubro de 2009 5 comentários


Olá, Pessoal.
Hoje teremos um post diferente. Vou dar três dicas quentes de coisas pra você ler, escutar e assistir, esse mês.
Então, Vamos lá:

1° Dica: Filme - As Estrelas Me Mostram Você

Esse é o primeiro Filme Cristão Evangélico Produzido no Brasil.
Uma grande produção cinematográfica, a comédia romântica cristã "As Estrelas Me Mostram Você" agora já está à venda para todo o país.

O filme As Estrelas Me Mostram Você é direcionado a toda família, mas os jovens principalmente irão se identificar, pois como afirmam os produtores do longa metragem "... queremos mostrar a importância de um amor puro que ficou lá no passado e lembrar que as escolhas de hoje irão resultar em consequencias para o futuro".

O longa foi rodado nos estados de Santa Catarina e Paraná e contou com mais de 80 profissionais envolvidos na execução do projeto. Foram 3 anos de trabalho e um resultado que irá surpreender a todos, um dos destaque que irá chamar a atenção é a fotografia do filme, mostrando as belezas de um Brasil que não estamos acostumados a ver nas telas de cinema.

Sinopse

Tudo acontece em uma cidade do sul do Brasil, onde jovens do último ano do colégio enfrentam juntos seus dilemas, família, futuro e, claro, um amor que poderá marcá-los para o resto de suas vidas. Vitor está envolvido por esse sentimento. Um amor entre duas pessoas de mundos completamente diferentes, mas que encontram algo em comum. Em uma trama envolvente, recheada de emoção e incertezas, Vitor e Julia irão superar suas diferenças olhando pra o alto. Irão saber que as estrelas mostram muito mais do que um lindo céu: "As Estrelas Me Mostram Você".


Título: As Estrelas Me Mostram Você
Direção: Fábio Faria e Karin Faria
Gênero: Comédia Romântica
Duração: Aproximadamente 90 minutos
Áudio: Português
Origem: Brasil

Confira abaixo o Trailer do filme:


2° Dica: CD - Rodolfo Abrantes - Enquanto é dia.

O ex-vocalista da banda Raimundos, Rodolfo Abrantes, convertido desde 2001, lança seu segundo Cd solo, intitulado "Enquanto é Dia".

Assim como no álbum "santidade ao Senhor", seu primeiro trabalho solo, além de compor as músicas, o pastor da Igreja Bola de Neve também foi responsável por todo o instrumental, tocando guitarra, baixo, violão, cantando e fazendo o back vocal. A exceção foi a bateria gravada pelo produtor Maurício Monteiro, que também assina a mixagem e masterização.

Após a conversão ao Evangelho e a passagem pela banda Rodox, período em que gravou dois CD's, Rodolfo mostra no atual trabalho toda sua maturidade nesse estilo musical. As canções possuem melodias belas, letras criativas e uma linha harmônica, que, apesar de simples, é capaz de cativar os ouvidos mais sensíveis.

Espero que curtam bastante Essa dica, vale a pena demais.

Faixas:

1. Ao redor do Rei
2. Enquanto é dia
3. Além do que eu queira mostrar
4. Tesouro de valor
5. Ele vem pra medir
6. Mar de vidro
7. Ele não falha
8. Saudades de casa
9. As portas vão se levantar
10. Lágrimas do céu

3° Dica: Livro - O Evangelho Maltrapilho - Brannan Manning.


Durante minha caminhada cristã, poucos livros me chamaram a atenção como "O Evangelho Maltrapilho. Um livro provocador, escrito pelo filósofo, teólogo e ex-alcoólico, Brennan Manning. Convida-nos a depositar nossa confiança na amplitude da graça de Deus.

"É um livro que escrevi para mim mesmo e para quem quer que tenha ficado cansado e desencorajado ao longo do Caminho", diz o autor.

________________________________________________________

Bom. Espero que goste das dicas, em breve Voltarei com mais pra você que visita nosso Blog. Deus abençoe você que dedica um pouco de seu tempo para nos ler, tenha certeza que Deus vai te abençoar ainda mais através de nossas vidas, pois nosso intuito é sempre ser canal de benção para nossos leitores.

Em sincera união:

On sexta-feira, 9 de outubro de 2009 7 comentários




O arrependimento é uma reflexão seguida de uma mudança de procedimento. Mas de que devemos nos arrepender, afinal? A falta de conformidade com a Lei de Deus denomina-se: pecado. E o pecado resume-se em desobediência, transgressão, iniqüidade, maldade, engano, injustiça e etc. O pecado atinge toda a raça humana, a partir de Adão e Eva. O castigo do pecado é a morte física, espiritual e eterna.

A humanidade hoje segue em passos largos para o abismo e só Jesus Cristo é capaz de mudar esse cativeiro. João O apresentou a nós dizendo: ”
Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (Jo: 1.29, parte B); mas para sermos absorvidos (perdoados) de nossos pecados, temos que nos arrepender de tê-los cometido, para que sejamos salvos no dia da vinda de Cristo. João Batista diz em Mateus: 3.2: ”Arrependei-vos porque é chegado o reino dos céus”. E para demonstrarmos nosso arrependimento para com Deus, devemos rever nossos conceitos, mudar de atitude e só Cristo tem o poder de mudar nossas vidas, basta querermos. Em Apocalipse 3.20 está escrito: ”Eis que Estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo”.

Quando você se arrepende de algo, você se entristece consigo mesmo e “
a tristeza segundo Deus opera em arrependimento para a salvação”... (II Co: 7.10) Nós os salvos, também conhecidos por alguns como loucos, estamos cumprindo o que nos foi mandado por Deus, o “ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura.”(Mc:16.15).

A você que ler esta mensagem, leve-a em consideração porque no “grande dia do Senhor”, você poderá vê-la como uma das várias oportunidades que lhe foi dada, para render seu espírito ao Deus que o formou e você deixou passar; ou como o pequeno gesto que mudou sua vida e salvou sua alma.

Porque há esperança para arvore, que se for cortada,ainda se renovará, e não cessarão os seus frutos”. (Jó: 14.16)
Em Cristo Jesus,
Alex Holliwer

On segunda-feira, 5 de outubro de 2009 10 comentários


Paz e Graça a você que está lendo nosso Blog. Sem mais delongas...

"Afiem as flechas, peguem os escudos! O Senhor incitou o espírito dos medos, porque seu propósito é destruir a Babilônia. (…) Ergam o sinal para atacar as muralhas da Babilônia! Reforcem a guarda! Posicionem as sentinelas! Preparem uma emboscada! (…) O Senhor dos Exércitos jurou por si mesmo: Com certeza a encherei de homens, como um enxame de gafanhotos, e eles gritarão triunfantes sobre você."
Jeremias 51:11-14

Por muito tempo a igreja tem negado os verdadeiros Valores do Reino. A chamada para o duelo sempre parece que foi feita para o companheiro de banco, que está ao lado, nunca para nós. Não ha mais coragem de enfrentar a hostilidade inimiga com o poder de um verdadeiro cristão. O desejo ardente pelas almas se transformou em desejo ardente pelas coisas materiais. Cada vez mais nos prendemos a um reino de conforto onde nos cobrimos de indiferença e nos tornamos amante de nós mesmos.
A igreja viva de Cristo precisa levantar a cabeça e agir, pois na estrada existem pessoas em ruínas que clamam em desespero. Os corações estão quebrados pelo caminho a espera de uma palavra de alento. Muitos de nossos fieis soldados estão se perdendo. Nossos feridos estão morrendo. Nosso inimigo zomba de nós por nosso comodismo. As tropas infernais estão avançando e fazendo o trabalho sujo principalmente dentro de nossa comunidade cristã, enquanto olhamos pelas janelas rosadas de nossa redoma de vidro.

A igreja de Cristo vai ser conhecida pelo amor, quando nos amarmos de verdade. Não precisamos de conflitos entre irmãos, nossas diferenças não são tão diferentes assim. Estamos embaraçados em preceitos humanos e perdemos a estima pelo evangelho verdadeiro. Como dizia Charles H. Spurgeon, "Nós somos assaltados por todo tipo de doutrinas novas. (...) Tão freqüentemente como a lua muda, um ou outro profeta é movido a propor alguma nova teoria, e acreditem, ele lutará mais bravamente por sua novidade do que jamais fez pelo Evangelho."

Não precisamos de novidades, precisamos de soldados que defendam velhas verdades. Não fomos chamados para atividades limitadas a comunidade cristã. Nossa contribuição é mais elevada que simples cerimoniais religiosos. A Igreja viva de Cristo Foi chamada para transformar a sociedade e seus valores, foi chamada a ajudar nos problemas sociais e políticos de nossa gente. Foi chamada a sair de suas quatro paredes, onde está aparentemente em segurança e ir, pois Ele disse "Ide".

Esse post é uma chamada à reconquista. Deus nos seduz a batalhar novamente com bravura em nossos dias. Jovens, sois fortes! Não temam, por amor a Cristo. Essa é nossa luta, devemos estar na linha de frente contra as forças espirituais do inimigo, combatendo o bom combate em nome daquele que um dia se deu por nós. As batalhas já foram vencidas, mais inda é preciso lutar.

Esforcemos-nos e estejamos entusiasmados, pois onde pisar as plantas de nossos pés o Senhor vai converter os corações a Ele, por meio de nós, jovens fortes.

Há um Hino em meu coração:
"Armados e perigosos
Os inimigos de Deus se dispersarão
Armados e perigosos
Nós veremos a escuridão se romper
A armadura dEle é digna é pesada
Nenhuma arma pode penetrar
Armados e perigosos
Nós estamos prontos para atacar violentamente o portão
"
(Bob Hartman)

Em sincera unão:

On quinta-feira, 24 de setembro de 2009 5 comentários


Da superfície da água provavelmente, num estalo de percepção e criatividade é que o homem dá inicio ao que viria ser uma das mais funcionais e indispensáveis invenções humanas, “O Espelho”. Refiro-me àquela superfície lisa que permite um alto índice de reflexão da luz que incide sobre ela, nos trazendo a possibilidade de vermos a nossa própria imagem, com mesma forma e tamanho, nos dando uma real noção de nossas fisionomias, belezas e defeitos. Com isso a função básica do espelho seria a de nos mostrar a realidade dos nossos aspectos físicos incluindo outras muitas funcionalidades cotidianas.

Não são poucos os casos de pessoas que passam horas e mais horas na frente de um espelho procurando melhorar sua aparência a qualquer custo, já que não se darão por satisfeitas até que estejam no nível almejado de beleza.

A preocupação com o exterior se tornou extensiva a todos os seres humanos, as pessoas realmente querem estar bem com sua aparência, e jamais suportariam ver suas fisionomias subitamente destruídas e monstruosamente deformadas por alguma inconveniência aterradora desta vida.

Aí eu pergunto a vocês: E se houvesse um espelho que mostrasse mais do que um reflexo, mais do que uma imagem esperada da nossa realidade física?

Falo de uma realidade que abrange toda nossa vida, trazendo a luz quem realmente somos por dentro e por fora.

Posso falar com toda certeza que nem todos ousariam se pôr de frente a tal “Espelho”, já que não suportariam estar diante dessa visão.

Esse espelho existe, e se chama “Bíblia”, não existe outro espelho mais eficiente que este, pois a palavra de Deus é mais penetrante que espada alguma de dois gumes, que penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hb 4.12).

Pode, pois o homem se pôr de frente a esse Espelho e não ser confrontado e esclarecido em tudo? De maneira alguma!

É dessa forma que Deus nos convence do quanto precisando do seu perdão, da sua graça e do seu amor. É dessa forma que alcançaremos pureza e forças pra que a nossa esperança de uma vida eterna com Cristo não seja frustrada.

Sem mais demora, hoje te convido a se pôr de frente a este “Espelho Diferente” e ser esclarecido do quanto Deus quer fazer em Sua vida, do quanto ele pode embelezar o teu interior de uma vez para sempre, acredite nisso.

Que a Graça mais que abundante do Senhor Jesus seja em vossas vidas maravilhosamente! Amém.

Marcelo Junior.

On terça-feira, 15 de setembro de 2009 3 comentários





Olá pessoal. A paz do Senhor. Mais uma vez, sejam bem-vindos ao Conversa Decente Cristã.
Meu nome é Alex Holliwer e hoje quero conversar um pouco com você.

Para começarmos a conversa, vejamos o que está escrito em I Co 10:31:
"Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus." (Almeida Revista e Corrigida e Corrigida, edição 1969)

Diante desta passagem, algumas interrogações me vêm em mente...
• O que faço na minha escola/faculdade entre meus amigos, o faço para glória de Deus?
• E o que faço quando estou “sozinho” tomando um banho?
• E o que vejo na internet quando “ninguém mais está me olhando?” É para glória de Deus?
• Se não, então para quem faço?

Ora. Sabemos que, o que não é fruto do Espírito, é obra da carne,
“pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário a carne.” (Gl 5:17a). E nós conhecemos bem o que é obra da carne e o que é fruto do Espírito...
“Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.” (Gl 5:19-21)
“Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei.” (Gl 5:22,23)

Então, o que estamos produzindo? Porque
“se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.” (Gl 5:25) Isso quer dizer simples e claramente que não existe nosso querido meio termo. Aquele ponto fraco onde muitas vezes dizemos: isso não tem nada a ver, ou isso é totalmente diferente.
Talvez não soe tão comum em nossa mente: Comer para glória de Deus, tomar banho para glória de Deus, passear para glória de Deus, conversar com os amigos para glória de Deus... etc.
Creio que perto do final a coisa começou a fazer sentido para você.

Então sejamos fortes, decididos e confiantes no Senhor e alcançaremos pela sua graça e misericórdia a salvação.
Para finalizar esta conversa, relembro a todos nós um dos cuidados de Paulo em sua carta aos Gálatas:
“Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis, então, da liberdade para dar ocasião à carne.” (Gl 5:13a)

Que Deus, em Cristo, os abençoe ricamente em sabedoria e paz.

Em Cristo Jesus,
Alex Holliwer

On domingo, 6 de setembro de 2009 7 comentários




Paz e Graça a Todos.

Este é o post de abertura de nosso Blog. Espero te-lo conosco sempre, pois temos a firme convicção de que Deus o abençoará através das mensagens e reflexões postadas aqui. Nesta feita quero falar um pouco de nossas escolhas diárias e espero que seja de bom proveito para você.

Todos nós fazemos escolhas, que, de certo, influenciam toda nossa vida. É preciso ter coragem para tomar uma postura decisiva em nossas vidas, mais, tão certo quanto o dia existe, sabemos que chegará a hora que teremos que escolher o que queremos ser de verdade, e então, arcar com consequencias, perdas e oposição de algumas pessoas. Mais também sabemos que, dependendo da escolha que fizermos, teremos um premio no final da jornada que escolhemos. Existem escolhas que podem fazer-nos felizes e existem escolhas que não. Temos que ter muito cuidado quando escolhemos algo, pois a vida não nos dá segundas chances. Não podemos simplesmente voltar e acertar o que erramos. Toda marcha é marcada por muitas lutas e oposições, batalhas e conflitos e sempre se precisa de Alguém que ajude a atravessar os vales que existem no trajeto. Existem horas em que voce pensa que está totalmente só, e horas em que pensa até em desistir, por não ver uma saída para as muitas investidas de quem não quer te ver chegar ao final. Contudo o fim é certamente saboroso pelo simples fato de termos chegado nele, vale a pena seguir em frente e nunca olhar para traz, pois a vitória vem e com ela a certeza de dever comprido.

Agora vamos ao ponto mais importante: O caminho. Existe um caminho que leva a Vida e os poucos que o encontram, nunca morrem. Quero te convidar a conhecer uma vida que não tem fim e um caminho que guarda no seu final a esperança que todos os homens deste mundo vivem a procura e não encontram. Um homem um dia preparou esse caminho para que andássemos nele. Seu nome: Jesus, o Cristo. Escolhendo Segui-Lo, voce terá que lutar para prosseguir, viver uma vida de sacrifícios diários e de renuncia de voce mesmo. Mais serás vitorioso em tudo quanto fizerres, serás sábio em todas as decisões que tomares e terás um Guia sempre perto, que é o espírito santo de Deus e por fim a vida ETERNA. Caminhos largos abrem feridas profundas e te levam à morte. Escolha o caminho estreito, ele pode ser duro e espinhoso, mais é reto e perfeito.

Em sincera unão:

Related Posts with Thumbnails